Para tentar conter o avanço do novo Coronavírus no Brasil, uma das recomendações recorrentes das autoridades é ficar em casa. Pensando nesse período de isolamento compulsório, empresas de streaming, livros digitais e instituições de ensino liberam acesso gratuito ao seu conteúdo durante a quarentena do COVID-19.

Separamos aqui algumas das melhores oportunidades para consumir conteúdo enquanto evitamos o convívio social para preservar a saúde da comunidade:

Livros e notícias
Amazon: Livros de graça para o Kindle. Títulos sobre sociologia, educação, psicologia, política, entre outros.

Jornais brasileiros: Ao menos 12 publicações brasileiras liberam conteúdo liberaram nos seus sites o acesso de não assinantes à reportagens sobre o novo Coronavírus. Folha (SP), O Estado de S.Paulo, Correio (BA), O Povo (CE), GaúchaZH (RS), O Correio do Povo (RS), Jornal do Comércio (RS), Gazeta do Povo (PR), NSC Total (SC), A Gazeta (ES) e O Popular (GO) fazem parte dos que derrubaram o paywall.

Filmes, séries
GloboPlay: Liberado por 30 dias para não assinantes.

Oi: Sinal aberto de diversos canais até o dia 28 de março para assinantes de todo o país. Incluindo canais como Nick, Nick Jr, E!, AXN, A&E, Lifetime, Cinemax, Sony, Telecine, Paramount.

Vivo: Canais liberados no Vivo Play, além de bônus de internet móvel por dois meses para clientes ativos de planos pós-pagos e controle, bem como na ativação e renovação da promoção Vivo Turbo no pré-pago.

Claro: Canais liberados de TV por assinatura e Wi-Fi público. Para ter acesso, basta assistir aos vídeos informativos do Ministério da Saúde sobre o Coronavírus.

Sky: Assinantes terão mais de 70 canais disponíveis por tempo indeterminado.

Spcine Play: Plataforma pública de streaming do Brasil. A curadoria exibe filmes das principais mostras e festivais de cinema de São Paulo, incluindo shows, espetáculos, palestras e performances. Conteúdo gratuito por 30 dias.

Para as crianças
Kinedu: App oferece mais de 1.800 atividades de desenvolvimento divertidas para crianças de 0 a 4 anos. O app está disponível para Android e iOS e o conteúdo está liberado até 15 de abril.

Cursos online gratuitos
Harvard: 100 cursos online gratuitos em áreas como Arte e Design, Negócios e Gestão, Ciência da Computação, Governo, Leis e Política, entre outros.

Oxford University: Conteúdo gratuito de seus principais periódicos e recursos online para auxiliar pesquisadores, profissionais da medicina, gestores políticos e demais profissionais que trabalham na abordagem dessa emergência de saúde pública.

MIT: Dentre os cursos gratuitos oferecidos pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) estão temas como Circuitos e eletrônica, Equações diferenciais, Arquitetura, Introdução a engenharia aerospacial, Introdução a aerodinâmica, Introdução a Ciência da Computação e Programação Usando Phyton, entre outros.

Notorium Play: Plataforma oferece cursos de direito gratuitos por 30 dias. Conteúdo inclui congressos online, aulas, documentários, mini cursos, entre outros.

Stoodi: Acesso gratuito às videoaulas e banco de exercícios durante 30 dias.

SENAI: O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial liberou 12 cursos online gratuitos com certificado. Áreas de TI, Finanças, Empreendedorismo e outros.

Udemy: Plataforma liberou 40 cursos online gratuitos da área de programação e tecnologia.

FGV: Fundação Getúlio Vargas liberou 55 cursos online gratuitos e com certificado. Dentre as áreas estão: Direito, Administração, Marketing, RH e outros.

Olhar de Cinema+: Para profissionais de audiovisual. Vídeos de Insights, Cineclube e Transmissão ao vivo gratuitas.

Fonte: Rapaduratech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *